ASSALTO AO BANCO DO BRASIL -Veja as fotos de assaltantes mortos e presos

Atualizada às: 16:55 em 02/05/2013 | 1 comentário | 4.123 views

presoMoradores da cidade de Miguel Alves postaram no Facebook uma foto de um dos assaltantes morto.  Foto abaixo:

preso

Já o portal cidadeverde.com publicou matéria onde o GRECO divulga participação dos presos, veja:

preso01

Durante coletiva de imprensa na sede do Grupo de Repressão contra o Crime Organizado (Greco), a Polícia Civil divulgou os nomes de duas pessoas presas em Teresina, suspeitas de envolvimento no assalto à agência do Banco do Brasil, em Miguel Alves (a 113 quilômetros) de Teresina. Foram presos Luzia Ferreira Lopes Galiza e Jessenildo Alves da Silva, o Jessé.

preso02

Dois corpos do bando foram reconhecidos no IML: Maylon Melo de Sousa e Horleon Ferreira Araújo. Um terceiro corpo ainda não foi identificado, já que familiares não compareceu para reclamar do corpo.

De acordo com a investigação, Jessé teria a tarefa de transportar a quadrilha até o município e poderia ter facilitado a fuga e a Luzia teria dado suporte de moradia para os assaltantes durante o planejamento do crime, inclusive uma noite antes.
“Ela sabia de tudo que iria acontecer e inclusive tinha visto as armas e não acionou a polícia”, disse Menandro Pedro, presidente da Greco e comandante da investigação.
Jessé foi preso em Parnarama-MA e a Luzia numa casa do bairro Saci, na zona Sul de Teresina, onde ela morava maritalmente com Maylon Sousa, um dos assaltantes que foi morto no tiroteio com a polícia. Ela foi descoberta pela rede social Facebook.
preso03
Jessé voltaria à cidade para resgatar o bando, após o assalto, já que o Siena utilizado seria usado apenas para sair da cidade e depois seria queimado. “Encontramos galões de gasolina dentro do carro que seriam utilizados para incendiar o carro”, afirmou o delegado Carlos César, que participa das investigações.
Ainda está foragido José Oliveira da Costa, o Zezinho da Chapadinha e o outro foragido ainda não foi identificado.
 
Ação da quadrilha
De acordo com o delegado geral, James Guerra, um dos acusados que foi morto, Maylon Silva estava em Teresina há cerca de 90 dias, após ter matado um soldado da Polícia Militar do Maranhão, em um assalto a um ônibus em Piritoró-MA e ficar foragido.

Em Teresina, ele trabalhou como corretor de veículos, conheceu Luzia Galiza e começaram a namorar. “Como o restante da quadrilha é da região de Dom Pedro-MA, o Maylon foi o chamariz da quadrilha para o assalto em Miguel Alves. A Luzia alugou a casa no Saci, há 40 dias, em nome próprio. Ela foi considerada como integrante da quadrilha, pelo suporte de moradia e sabia do envolvimento do namorado com o crime”, explicou James Guerra.

As investigações começaram ainda no momento da ação da Polícia Militar após o assalto, chegando a Jessé e Luzia, a polícia solicitou ao juiz de plantão em Teresina o pedido de prisão preventiva e conseguiu deter os dois suspeitos.

 

Com a morte de três assaltantes e a apreensão do veículo Siena, a Polícia conseguiu recuperar R$ 437,7 mil do dinheiro roubado e sete armas: dois revólveres, uma pista, duas escopetas, um fuzil e uma carabina, que estava com os corpos.

VEJA TAMBÉM: Assalto ao Banco do Brasil. Gerente morto. Policia mata três bandidos.- Veja fotos

Ladroes de banco se passam por vendedores de urso de pelúcia.

Veja quem foi o gerente morto durante o assalto ao BB com um tiro na cabeça

Bandidos que assaltaram o BB de Miguel Ales iam fugir pra Luzilândia.

 

cidadeverde.com

Comentar no Facebook

Deixe um comentário

Copyright © 2013 - Blog do Sampagode. Todos os direitos reservados.